Analise Da Obra
livro1.jpg

A história conhecida mundialmente, considerada um clássico, se baseia nas aventuras de Alice ao cair, pela toca de um coelho, no País das Maravilhas. Lá os animais falam, há comidas que fazem crescer e diminuir, além de vários outros seres estranhos.

Realmente, quando Lewis escreveu a história estava meio “doidão” – dizem que ele consumia drogas-, pois a história tem muitos elementos mais “psicodélicos”, o que não os torna menos interessantes. Por exemplo, o Gato Inglês e a Lagarta Azul. Eu adorei ambos personagens! Cheshire, originalmente, era um gato misterioso, o qual o sorriso ia de orelha a orelha. Era com ele que aconteciam os diálogos mais legais.

"Enquanto esperavam, o Gato Inglês começou a desaparecer. Primeiro os bigodes, depois o focinho, os olhos, as orelhas, por último, como sempre, o sorriso."

- Podes dizer-me, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui?
- Isso depende muito de para onde quiseres ir.- Respondeu o gato.
- Preocupa-me pouco aonde ir- Disse Alice.
- Nesse caso, pouco importa o caminho que sigas- Replicou o gato.

- Mas eu não quero me encontrar com gente louca- Observou Alice.
- Você não pode evitar isso. - Replicou o Gato. - Todos nós aqui somos loucos. Eu sou louco, você é louca.
- Como sabe que sou louca? - Indagou Alice.
- Deve ser - disse o Gato. - Ou não estaria aqui.”

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License